Chamados para abraçar a morte com Cristo: Perseguição & Unidade da Igreja


Nenhuma das perseguições violentas contra os cristãos que já ocorreram na face da terra parece ter surtido efeito na tentativa desesperada das hostes da maldade de frear o Evangelho do Senhor Jesus Cristo. Se tomarmos a história da igreja veremos que os momentos de maior espiritualidade sempre foram os momentos de maior prisão e maior provação para a igreja. Se você ler o livro 'O Espelho dos Mártires' verá na sua abençoada introdução a consideração de que o diabo sempre logrou maior êxito quando deu a igreja momentos de conforto, paz e tranquilidade aqui nesta terra do que quando a perseguiu ferozmente através do martírio. Há um chamado inerente ao cristianismo que está muito ligado a morte, a morte para o eu, a morte para o mundo, e até mesmo a nossa salvação veio através da morte (e ressurreição) do Cordeiro de Deus, Jesus Cristo!

Nós sabemos dos cristãos primitivos reunidos nas catacumbas de Roma por causa da perseguição, entretanto vemos hoje até mesmo o Coliseu Romano, palco de martírios de diversos cristãos, ele hoje possui no seu interior uma grande cruz, com a inscrição: “Este anfiteatro, antes consagrado a triunfos, diversão, e o culto de deuses pagãos, agora é dedicada aos sofrimentos dos mártires purificados das superstições ímpias”. Quer dizer, o cristianismo não acabou por causa das ferocíssimas perseguições do poderoso Império Romano contra os pobres cristãos daqueles tempos. Amados irmãos que não possuíam poder político para aprovar leis que os protegessem da perseguição, e não possuíam poder financeiro para barganhar ou serem ouvidos pelos magistrados, e cuja única opção foi simplesmente morrer com Cristo injustiçados pelo mundo mas justificados para com Deus.

Eles não estavam fugindo da morte, eles estavam abraçando a morte com Jesus e é por isso que a vida do Senhor fluía sobre a igreja primitiva.

Se você for ver na China, ou Rússia, mesmo quando a China possuía cerca de apenas 1 milhão de cristãos, tendo uma população de 1 bilhão de pessoas, a forte perseguição desencadeada pelo governo fez com que jovens cristãos começassem a orar pela China. Eles não oraram para Deus reverter as leis de perseguição religiosa, mas oraram, e oraram, e oraram muito para que Deus enviasse um avivamento ali naquela nação. Eles clamaram pelo derramar do Espírito Santo sobre a China e anos depois estimativas dão conta de que pelo menos 100 milhões de chineses compõe a igreja caseira na China, um dos maiores avivamentos da face da terra, e há quem diga que os números são ainda maiores.

Foi justamente a perseguição e todas as dificuldades que ajudaram os cristãos chineses a se posicionarem em oração diante do Altíssimo. Quando a igreja tem muita facilidade, a sua tendência é se tornar passiva, acomodada e relaxada. Por isso as perseguições são um tremendo ingrediente para a fé cristã, ajudam a prová-la e aperfeiçoá-la, ajudam a conhecer a Deus mais de perto. Você vê que todas as vezes que houve perseguição feroz contra o cristianismo na face da terra, a maior parte das vezes isso foi apenas jogar gasolina num pequeno fogo e transformá-lo num grande incêndio do Espírito Santo nos corações os cristãos. Há algo que o cristão normalmente só consegue se for debaixo de prensa, ali onde o ego pode ser crucificado e esmagado, onde o coração está aberto e dependente de Deus, pois só há uma opção, depender de Deus, só há uma opção, o milagre.

Na Rússia quando eles começaram a perseguir cristãos no passado eles simplesmente começaram a prender a interrogar líderes cristãos de diversas confissões. Católicos estavam presos junto com Luteranos, Pentecostais estariam presos com Batistas e Presbiterianos. Eles, os perseguidores, não iriam perguntar se você é calvinista ou arminiano, ou se você é a favor ou contra bater palmas no culto, eles não tem nenhum interesse em teologia, eles simplesmente iriam te torturar até você negar Cristo ou morrer com Cristo. Neste tempo já não importaria mais a sua corrente teológica, mas sim: Será que você está disposto morrer por amor a Jesus Cristo? Só vai importar o quanto você O ama, e a ajuda Dele para te manter Fiel, quero dizer, você vai precisar rapidamente da ajuda do Espírito Santo e todas as discussões e debates teológicos que você passou na sua vida pode ser que num instante se mostrem vãos e ridículos passatempos de uma pessoa fútil brincando a vida inteira de ser cristão dentro da igreja, pois agora você está confrontando o teste prático a respeito da realidade da sua fé em Cristo e do favor Dele sobre a sua vida para não negá-lo.

Na hora da perseguição nada mais importará, eles irão nos jogar no fogo, e o que valerá é se a chama de dentro arderá mais forte do que a chama de fora. A realidade da perseguição religiosa no mundo é um fato inegável, e é impressionante como a igreja consegue unidade quando ela é duramente perseguida. Nos dias de perseguição todos precisam focar naquilo que realmente importa, Cristo Jesus crucificado. Em dias de perseguição você não pode mais pregar as coisas do mundo, todos querem saber da eternidade, e em dias de perseguição é muito mais fácil da igreja retornar, voltar e redescobrir A CRUZ E O SANGUE DO SENHOR JESUS CRISTO. Mesmo os católicos estarão lá com os protestantes, e eles terão que morrer pelo Senhor Jesus que os amou. Nestas horas as discussões e os debates morrem e a igreja volta para o seu projeto original, martírio. Nós como igreja precisamos compreender que fomos chamados para a morte, o batismo representa a morte do nosso velho homem, e Cristo morreu na cruz para nos salvar, e se quisermos andar com Ele, tomemos a nossa cruz e o sigamos! Morramos fora do arraial com Cristo!

Em dias de perseguição a igreja é forçada a se apegar aquilo que realmente importa, JESUS O CRISTO, e desta forma o Senhor mostra como por todas as nossas picuinhas e discussõezinhas em tempos de paz temos estados cegos para Cristo e surdos para ouvir uns aos outros. Ah! Mas os dias de perseguição nos ajudam a despertar o espírito de solidariedade, de real companheirismo, e amor fraternal, quando descobrimos que uma das mais nobres formas de comunhão entre os cristãos é a comunhão em meio as dores, as angústias e aos sofrimentos por amor a Cristo. Neste dias você não precisa mais de nada, você vai ver apenas o céu aberto e Cristo a direita do Deus Todo-Poderoso. Nós que agora não conseguimos perdoar o nosso irmão, vamos ser capazes de amar nosso inimigo em dias de perseguição.

Possa o Senhor abençoar a todos, e sejamos sábios nestes dias de paz que nos tem sido dados!

Shalom

Anderson
Share on Google Plus

Sobre o site ArrependeteBrasil

Arrepende-te Brasil: Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, levar um povo a consciência e atitude de preparação individual para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.