Um alerta e esclarecimento a repeito da unção e do cair no espírito: Em qual espírito?


Nós temos um grande perigo hoje em dia na igreja, e é uma multidão de "obreiros" que na verdade apenas buscam um pouco de reconhecimento e fama. São pessoas cujo caráter não é tratado, e muitas vezes nem mesmo começaram alguma forma de conversão a Cristo em seus corações. Elas entram na igreja e logo estarão plenamente ativas no ministério exatamente por causa de algum talento ou habilidade que possuem. Algumas será porque sabem cantar, outras porque tem dinheiro, outras porque falam bem ou são simpáticas. Tais pessoas sempre dizem que estão fazendo tudo pelas almas, mas na verdade há os que apenas querem palmas e estão no ministério por inveja ou por uma necessidade de aparecer ou de receber atenção. São muitos destes que chegam ao ponto de inventar visões, alegando que Deus falou com eles, apenas para poderem receber algum tipo de reconhecimento. Você não pode discernir este tipo de gente a menos que receba ajuda do Espírito Santo e esteja firmemente manejando a palavra de Deus. Normalmente esta intenção do coração é bastante oculta, pois tais obreiros fraudulentos se transvestem de anjos de luz, e normalmente são muito engajados nas obras e rotinas da igreja, por exemplo, são os primeiros da fila para fazer evangelismos, são os primeiros a querer ir doar algo aos pobres, são os que mais incentivam as pessoas a ir aos cultos, e assim acabam se passando como pessoas super-espirituais por causa de toda a sua atividade religiosa, e eles amam ser reconhecidos deste modo, elas querem parecer ter algum 'poder' miraculoso especial que chame a atenção para si.

O objetivo do nosso texto na verdade ao denunciar tais falsos obreiros é falar a respeito de algo que se popularizou nas igrejas atualmente, especialmente as que dizem acreditar em dons e manifestações do Espírito Santo, e tais eventos tem sido tidos como manifestações da presença de Deus, manifestações da glória de Deus, manifestações da presença do Espírito Santo, manifestações da Unção do Espírito Santo. Nós estamos falando a respeito do tal "cair no espírito", como ficou conhecido tal movimento, e como alguns na sede de serem reconhecidos acabaram vendendo as suas almas ao diabo e a espíritos enganadores.

É unção ou não é o "cair no espírito"?

Eu vou escrever isso com bastante cuidado, e espero que haja o mesmo cuidado na leitura do que foi escrito. Eu sei que não sou muito bom escritor, mas também sei que consigo pelo menos escrever ao ponto que seja possível compreender a mensagem.

Eu posso escrever a este respeito pois passei por uma igreja onde tal tipo de manifestação acontecia. Como de costume numa igreja em apostasia como a do Brasil, ninguém vinha a público explicar o que significavam aquelas manifestações ao povo, e quem vinha dava apenas a sua opinião "eu acho que", mas ninguém vinha com a palavra embasar ou refutar tais eventos. Quem tivesse com questionamento permaneceria com questionamentos, e quem achasse que era de Deus continuava achando e afirmando que era sim de fato a glória de Deus. A verdade é que quando a apostasia entra numa igreja a igreja começa a chamar de glória de Deus muitas coisas que não tem nada a ver com a glória de Deus. Como em todas as igrejas o modo como os espíritos enganadores conseguiram calar o povo de Deus e impedi-los e executar juízo e discernimento segundo a palavra foi justamente usando de ameaças, e uma das mais comuns é justamente colocando medo nas pessoas (através da coação e ameaça) de que elas supostamente iriam pecar contra o Espírito Santo. Este expediente tem sido muito usado por Satanás hoje em dia, e literalmente bloqueou milhões de cristãos.

O diabo diz "cuidado para não pecar contra o Espírito Santo" mas na verdade quer dizer "você está perto demais de descobrir alguma verdade é melhor eu te ameaçar para você parar de buscar".

O medo assim tem parado milhões de pessoas no mundo todo.

Eu vi muitas coisas a respeito deste tal cair no espírito, desde bizarrices como pastoras aplicando golpes de judô nas irmãs na tentativa de finalmente "derrubá-las na unção", pessoas forçando a testa das outras para causar desequilibro e elas caírem, e muitos outros absurdos. Passei também pela tentação de "impor" as mãos sobre as pessoas, ou soprar e ver elas caindo e se achar o "super-poderoso-tão-cheio-da-unção-que-ninguém-resiste". Há um certo orgulho, altivez, soberba nos "derrubadores", eles se sentem meio fortes, poderosos, quando acontece isso nas nossas igrejas. Tal manobra também se torna altamente lucrativa porque ela causa muita impressão nas pessoas, e facilmente acharão que você é um homem de Deus e que realmente tem unção se verem pessoas desmaiando na sua frente. Mas a Verdadeira Unção do Espírito Santo tem sido mal compreendida em nossos dias e irei ainda chegar no ponto de manifestações físicas nas pessoas que foram tocadas realmente por Deus. De uma maneira geral nós sabemos que mesmo em meio a maior apostasia podem haver pessoas sendo tocadas legitimamente por Deus. Não é por causa da igreja que elas frequentam, e nem por causa do pastor, mas é por causa de Jesus Cristo que não se prende a barreiras e doutrinas denominacionais ou não-denominacionais.

Eu não irei falar aqui sobre as estratégias todas e manipulações que são feitas no intuito de induzir as pessoas a caírem ao chão, ou para simplesmente causar-lhes emoção, mas ao final do texto também quero falar sobre as legítimas manifestações. Veja bem, na época que comecei a ver as pessoas caindo ao chão deste modo comecei a receber discernimento de que aquilo que acontecia na igreja que eu frequentava não era unção do Espírito Santo coisa nenhuma, era apenas um espírito enganador atirando as pessoas ao chão. Isso era prova de que as pessoas não estavam cheias do Espírito Santo. E o Senhor deu sonhos para pessoas confirmando o que eu falei, sonharam antes de eu falar, e viram que se tratava realmente de um espírito sedutor enganando as pessoas e dizendo ser Jesus Cristo. Este espírito causava sensações nas pessoas, e falava muito bem a respeito da bíblia, na realidade ele usava e citava a bíblia como se fora um tremendo conhecedor dela ao ponto de deixar os irmãos impressionados todos na visão. A despeito dos alertas e ameaças de que eu estaria blasfemando do Espírito Santo continuei no entendimento que estava recebendo de Deus, e a mesma questão que vi naqueles dias eu proponho para vocês agora:

Se realmente aquilo é manifestação de uma presença e glória de Deus tão fortes que as pessoas desmaiam e caem, como pode ser que tais igrejas sejam campeãs de engano, de pregar dinheiro e de dar falsas profecias? Na realidade assim como na igreja que eu frequentava, tão pouco o cair ao chão debaixo daquela 'poderosa unção' parecia causar qualquer tipo de mudança ou impacto no cristianismo daquelas pessoas. Elas continuavam tão carnais quanto antes, e não eram libertas das prisões deste mundo apesar de estarem alegando estarem sendo tocadas fortemente por Deus. Este cenário é o cenário da maioria do cai-cai que vemos hoje em dia, do chamado re-té-té, e coisas do tipo, onde as pessoas tomadas de euforia carnal acabam se entregando a espíritos enganadores na sede por serem reconhecidas como alguém que está sendo tocado por Deus ou visitado por Deus. Muitos caem por que não querem ficar para trás, e parecerem que são os únicos que não estão caindo e por isso tem algum problema espiritual. A mesma coisa nós vemos acontecer na igreja atual com o dom de línguas, o qual também tem sido apresentado um falso dom em várias e várias situações. Muitas pessoas inclusive imitam estar falando em línguas apenas para parecer aos outros que estão sendo tocadas pelo Espírito. As pessoas começam a falar em línguas para validar as suas falsas profecias, eles falam alguma língua e então começam a profetizar mentira e engano, e assim você pode saber que não são línguas dadas pelo Espírito de Deus. Outra questão a se fazer é exatamente esta, por que será que justamente em igrejas onde os pastores são mais vaidosos, e se gloriam de ser muito homens de Deus, e onde acontecem o maior número de falsas profecias da história da humanidade, porque será que justamente nestas igrejas no Brasil é onde mais vemos o cai-cai? Na verdade se todas estas pessoas estivessem realmente caindo por terem sido tocadas por Deus não haveria tanta apostasia como vemos na igreja brasileira, e por isso, pelo fruto da igreja de uma forma geral, e pela mensagem pregada por estes homens, podemos concluir sem sombra de dúvidas que não é unção sendo ministrada em quase 100% dos casos.

Existe por acaso um cair no Espírito Santo que seja verdadeiro?

Eu vou colocar abaixo o trecho de um texto escrito por Jonathan Edwards onde ele tratou muito bem a respeito do assunto. É trecho de um livro na verdade, eu nunca li o livro inteiro, mas no trecho em questão ele foi muito inspirado e feliz nas palavras que deixou analisando a respeito de como discernir a verdadeira obra do Espírito Santo:

"Uma obra não deve ser julgada pelos efeitos causados no corpo das pessoas, tais como lágrimas, tremores, gemidos, altos clamores, contorções ou fraqueza física. A influência sob a qual as pessoas estão não pode ser julgada de forma positiva ou negativa por meio destas manifestações, simplesmente porque não temos, em lugar algum das Escrituras, qualquer regra que diga isso. Não podemos concluir que as pessoas estão sob a influência do Espírito verdadeiro porque vemos tais efeitos em seus corpos, pois isso não é dado como sinal do Espírito verdadeiro. Por outro lado, também não temos qualquer razão para concluir, a partir de aparências externas, que elas não estejam sob a influência do Espírito de Deus; de fato, não há nenhuma regra bíblica de discernimento de espírito que, de forma direta ou indireta, exclua tais efeitos sobre o corpo, e nem qualquer razão pode excluí-los."

Vejamos que:

A fraqueza física
Desmaios
Arrebatamentos de sentido
Contorções
Gritos
Choro
Riso

Não há nenhum regra na escritura que nos diga que se uma pessoa desmaiar estará endemoniada, e se outra rir, é por que está sendo tocada pelo Espírito Santo. O Toque do Espírito em uma pessoa pode causar sim uma alteração no seu estado emocional. Não é exatamente que o Espírito esteja fazendo aquilo com a pessoa, mas ela está reagindo deste modo. Na bíblia temos homens por exemplo que ao serem visitados pelo Senhor não suportaram permanecer de pé, já outros desmaiaram de medo e susto diante de anjos. Também há casos de endemoniados que se atiravam ao chão quando libertos, e já Judas endemoninhado não esboçou reação nenhuma, ele simplesmente foi trair e vender Jesus. Então concluímos que pela simples reação física e exterior das pessoas não podemos afirmar que seja causado por um toque de Deus, ou por um espírito enganador, ou por simples emoção da pessoa. Eu já vi pessoas caindo e tendo as suas vidas transformadas com Deus, e enquanto caídas receberam visões do Senhor, foram curadas de enfermidades, e seus corações passaram a não querer o pecado e a amar Jesus. Mas também como citado acima, já vi muito engano, a maioria, maioria, maioria é engano, é apenas como um circo onde as pessoas são induzidas a cair para fazer parecer que o tal pregador é muita coisa, ou que aquela igreja é super-poderosa. Por isso que antes de julgar qualquer manifestação devemos apenas ter este cuidado, ver em que contexto que ela ocorre, ao que ela está levando as pessoas. Sabemos que hipnólogos conseguem 'derrubar' as pessoas em seus consultórios, e que o ambiente de um culto religioso favorece as pessoas a estarem mais abertas e suscetíveis a indução e sugestão. O pregador pode dizer "quando eu contar até três você vai cair", e a pessoa cai mesmo, mas não porque era Deus, foi apenas a sugestão que lhe foi dada.

Por isso, pela palavra, não posso descartar um toque de Deus na vida de alguém que leve a pessoa a reagir de modo a desmaiar, seja porque naquele toque ela esta sendo liberta de um demônio, seja porque está sendo cheia com o Espírito, seja qualquer coisa. Não posso descartar também que um toque de Deus leve uma pessoa a cair, a assustar-se, a rir, chorar. Mas não são apenas as manifestações exteriores que dá para tomar em conta e dizer se é Deus ou demônio. Uma pessoa pode ser tocada por Deus e permanecer quietinha no seu canto consigo e com o Senhor sem esboçar grande reação em seu corpo.

Concluo porém, sem esgotar completamente o assunto mas dando alguns apontamentos, dizendo que a maioria do que nós vemos hoje em dia nas igrejas tanto Brasil como mundo, não são manifestações do Espírito Santo, são espíritos enganadores, são sugestões hipnóticas, é obra de engano e erro, é manifestação de Satanás, é histeria e descontrole emocional, mas que não foram causados por toque de Deus coisa nenhuma, são apenas enganos para tentar validar e passar uma imagem de super-unção e super-espiritualidade sobre os falsos profetas. É mais uma vez o inimigo de Deus tentando imitar algum tipo de suposto toque do Espírito Santo, e tentando tirar os olhos do povo de Deus da palavra de Deus, colocando os olhos da população no visível e não no invisível.

Portanto, cuidado irmãos, pois a maioria por ai é engano!

Shalom

Anderson

Arrepende-te Brasil
Share on Google Plus

Sobre o site ArrependeteBrasil

Arrepende-te Brasil: Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, levar um povo a consciência e atitude de preparação individual para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.