Muito da obra cristã hoje nasceu da carnalidade



"Eu não mandei esses profetas, entretanto eles próprios decidiram sair correndo, pregando uma mensagem que não lhes entreguei, mas que eles alardearam." Jeremias 23:21


Oh, há tanto na obra cristã atualmente que nasceu da carnalidade e não do Espírito Santo. Nos dias de Jeremias o Senhor já estava falando contra os pregadores que enviaram a si mesmos, e que pregavam uma outra mensagem, a sua própria mensagem e não a do Senhor. Hoje nós temos muitas pessoas correndo para pregar, mas o Senhor não as enviou. Temos muitas pessoas enviando outras pessoas, mas o Senhor não os enviou a enviar ninguém. O Senhor certamente falou a Elias para ungir Eliseu, mas hoje muitos estão ordenando as pessoas fazerem muitas obras, muitas coisas, pregar muito, falar demais, mas sem que o Senhor tenha ordenado que façam tal coisa.

Quando o Senhor manda, Ele também capacita as pessoas.

Jeremias foi capacitado pela Unção do Espírito Santo, é ela quem vem sobre nós e nos capacita naquilo em que Deus nos chamou. Ela nos capacita para muitas e todas as coisas. Para cuidar de alguém, para pregar, para saber onde pregar, como pregar, para trabalhar, para cuidar de casa, ser um marido, esposa, ser um jovem. Nós na verdade dependemos da Unção do Espírito Santo até para levantar da cama pela manhã, não é para o púlpito, é para a vida. É por isso que muitos não conseguem compreender, pois só enxergam a vida cristã se for dentro da religião das 4 paredes, não enxergam a Unção como parte presente e intrínseca de toda o seu viver, desde o levantar até o deitar e dormir e levantar novamente.

Os fariseus tinham este tipo de atitude religiosa, eles eram capazes de jejuar, ser rigorosos com dízimos das menores hortaliças, usar roupas bem compridas. Eles podiam literalmente atravessar o mar para "ganhar uma alma" para o seu Deus, mas Jesus disse que eles estragavam estas almas depois que as "ganhavam". Na realidade as palavras de Jesus foram tão forte que Ele disse que as almas estavam melhores antes de conhecer a eles. Eles estavam pregando, "evangelizando", "ganhando almas", mas não pelo Espírito Santo! Oh, se todos entendessem isso! Quantos que atualmente não estão como profetizou Jeremias no capítulo 8, como um cavalo, com ímpeto se arremetendo na batalha. São corajosos, mas tolos. Tem zelo, mas sem entendimento. Ainda dependem e confiam no braço da carne.

Ninguém teria coragem de ir e censurar alguém que como os fariseus estavam a evangelizar e falar da palavra em todo o tempo não é mesmo? Esta tremenda aparência de piedade não impressionava ao Senhor Jesus, pelo contrário, Ele sabia que as motivações deles eram carnais, buscavam a glória dos homens e não a de Deus, ainda que parecesse até a eles mesmos que ele buscassem a aprovação do Senhor, mas eles não buscavam. Eles só queriam ser reconhecidos, queriam fazer pelas suas próprias forças. Hoje muito da obra cristã nasceu da carne, do desespero, virou até moda em alguns casos falar de arrependimento e santidade, Jesus está voltando, mas nem sempre pelo Espírito.

Virou moda pessoas mandando outras pessoas fazerem coisas que eles mesmos nem mesmo sabem como fazer. Nem foram muitas vezes chamados para fazer. Os fariseus não eram pregadores de prosperidade, que é uma mensagem obviamente carnal, mas eles eram pregadores de santidade. Eles pregavam tanto separação que até em seus nomes eram chamados separados (pois fariseu significa separado). Mas eles estavam numa separação carnal, e Jesus valorizou a separação real, a que o Espírito Santo faz, não a que os homens fazem sozinhos para se vangloriar de serem melhores que os outros. A separação de Jesus inclui o quebrantamento, e por isso gera humildade. A separação carnal gerou nos fariseus um senso de superioridade, se sentiam num lugar muito alto e privilegiado, tão alto que não puderam escutar Deus falando ARREPENDE-TE.

E olha que eles mandavam as pessoas se arrependerem, se converterem, se separarem, se santificarem, obrigavam as pessoas a um monte de coisas, mas eles mesmos não as praticavam. Ensinavam errado, e quando ensinavam certo, nem assim punham em prática. Agora você tem que entender uma coisa, não é hora de fazer pela carne, é hora de que não viva mais eu, mas CRISTO viva em mim. É a vida de Cristo e mim que fará a diferença, e não o tanto que eu corra ou me esforce sozinho. É Ele que me dá a força para correr e me esforçar, e isso faz toda diferença entre céu ou inferno. Marta fazia um montão de coisas (obras), Maria sentava aos pés de CRISTO e escutava. Lembre disso, se você ouvir bem, falará bem, fará bem, mas se ouvir precipitado, falará precipitado, fará precipitado. Quer ser perfeito e dominar a tua língua? Sente aos pés de CRISTO e aprenda a escutar primeiro, e Ele vai te guiar pela sua palavra viva!

Por isso Jesus ensinou a igreja, que PRIMEIRO vem o ESPÍRITO DO SENHOR.

Arrepende-te Brasil!
Share on Google Plus

Sobre o site Altar de Arrependimento

Arrepende-te Brasil: Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, levar um povo a consciência e atitude de preparação individual para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.