Parem de convidar os que cobram para pregar - Estrelismo gospel


Temos na igreja hoje em dia famosos e aspirantes a fama, comediantes, artistas, cantores, animadores de auditório, excelentes oradores, discursam muito bem, e é claro, tudo isso a preço de ocasião. Estamos vendendo o sangue de Jesus a preço de mercado na igreja hoje em dia. Ninguém se envergonha mais,  o comércio da fé, a mercantilização e a profissionalização do ministério já não escandalizam mais ninguém, pelo contrário, hoje já encontraram um modo de distorcer a bíblia para justificar o seu comércio e a sua riqueza acumulada de modo injusto. Mas como sempre é bom dizer dizer, a verdade é que só tem gente vendendo peixe porque obviamente há quem compra peixe. O dia que não houver mais compradores também não haverá mais vendedores. Eles serão forçados a parar de vender, e eles vendem a um alto preço os seus peixes, os cachês atuais são caros e as exigências são altas (altíssimas em alguns casos!). Cobrar um centavo já seria erro, mas alguns exigem os melhores carros para si, casas, hotéis, relógios, roupas, luxo desmedido, sem pudor, dinheiro conseguido através da mercantilização do ministério, transformando o ministério do Senhor em um negócio altamente rentável, altamente lucrativo. 

Para este comércio todo ganhar todo o espaço que tem hoje é claro que tivemos que fechar os olhos para um monte de escrituras na bíblia e então alimentar o estrelismo idólatra e cego que domina boa parte dos nossos púlpitos atualmente. Se engana muito quem pensa em estrelismo apenas no meio dos grandes pregadores, famosíssimos, riquíssimos e tudo mais. Não, é muito fácil qualquer um de nós querer e se permitir virar uma estrela. Você pode querer ser, ou se permitir ser transformado numa estrela, as vezes não a nível Brasil, mas as vezes na sua própria igreja, ou mediante um grupo de irmãos. Temos na bíblia exemplos disso, em uma de suas cartas João escreve a igreja a respeito de Diótrefes, que não recebia aos apóstolos, e expulsava os irmãos da igreja, e que procurava exercer a primazia entre os irmãos. Ele queria ser o primaz entre todos, isso é chamado de síndrome de Lucífer por alguns, ou simplesmente poderíamos dizer que Diótrefes queria estrelismo pessoal naquela congregação. Pode ser em um pequeno grupo num lar, estrelismo sempre será estrelismo.

Agora pense comigo apenas um segundo, vamos voltar a ler nossas bíblias, onde foi que o Senhor permitiu ou recomendou transformar o ministério num comércio altamente rentável? Será que foi quando disse "de graça recebestes e de graça dareis"? Falando isso ele estava aprovando a cobrança de cachês em troca de algumas horas de pregação? Por certo estão andando na contramão da palavra de Deus estes que cobram para pregar, e estes que pagam para escutar. Isso é uma relação promíscua com um falso deus chamado Mamom, é uma prostituição espiritual , um comércio em troca de favores, um toma lá da cá desmedido, barganhas e mais barganhas sendo feitas com um Deus que não aceita barganhas pois é o dono de todas as coisas e só quer a nossa vida. Não, ele não quer a nossa vida porque precisa dela, ele a quer porque nos ama, e quando o Seu Filho Jesus morreu na cruz para nos salvar, não era porque ele precisava de nós, ou porque não saberia ser Deus sem nós, mas foi somente porque ele nos amou e se doou completamente por sua livre escolha! Deus não precisa de nada que nós temos para continuar eternamente a ser Deus, Perfeito, Pleno, Completo, Sublime, Santo! Não, realmente Deus não precisa de nós, realmente nada temos a oferecer a ele, mas ele mesmo assim nos quer e declarou o seu amor nos concendendo seu perdão lá no Calvário, quando Cristo orou pedindo ao Pai que nos perdoasse! Será que Jesus morreu na cruz para transformarmos a igreja num circo, cobrando ingressos das pessoas para elas entrarem e assistirem comédia? Será que o evangelho na visão modernizada das coisas se tornou uma piada até dentro da própria igreja? Há motivos para rirmos, realmente?

Não, mil vezes não, a verdade é que vivemos nos dias que Jesus profetizou, e os apóstolos também, os dias em que a igreja caiu na mais massiva e horrível apostasia jamais vista na face da terra! Esta igreja se gloria de viver em avivamento, e estar sendo visitada por Deus, mas a maioria dos irmãos, a água ainda não lhes passou nem dos tornozelos! A maioria não continuou buscando realmente a Deus após a sua conversão, apenas enveredou por um caminho de mensagens de psicologia e auto-ajuda que te fazem apenas querer buscar em Deus o teu conforto terreno e bem-estar pessoal! Mas Jesus se sentia muito mal quando carregava aquela cruz, e mesmo assim ele teve de ir até o fim! Hoje nós apenas queremos nos sentir bem, confortáveis, nada que nos incomode na caminhada! Paulo continuou andando mesmo com o espinho na carne, Estevão continuou orando mesmo debaixo duma chuva de pedras, Silas cantava ainda na prisão e todo machucado! Jó se prostrou e adorou a Deus quando perdeu tudo! Eles não pararam por causa das perdas, dores, adversidades! Eles não louvaram somente pelo livramento recebido, mas independente de serem livrados ou não da fornalha de fogo, ou da cova dos leões, tais homens chegaram a Essência da Adoração, eles tiraram forças da fraqueza e aprenderam a louvar a Deus não apenas por bençãos ou graças passageiras, eles louvaram a Deus por QUEM ELE É! Mas a nossa geração ora sempre carnalmente, quer sempre o mais rápido, o mais fácil, o mais indolor "ah Deus, me faça confortável e próspero, eu quero me sentir bem, para eu te louvar e continuar andando com o Senhor!" 

Somos uma geração mimada e subnutrida espiritualmente!

Pense bem no que vou dizer, para vergonha nossa, mas se hoje os todos os pastores do Brasil fechassem as portas das suas igrejas e não chamassem mais para pregar nenhum pregador que mercantiliza a palavra, nenhum pregador que cobra cachê, nenhum cantor que cobra para pregar e cantar, nenhum mercenário que exige hotel 5 estrelas e delícias terrenas, se todos os grupos cristãos, igrejas do Brasil hoje, fechassem as portas também para os comediantes, para os animadores de auditório, para os promotores de entretenimento e show gospel, e nós apenas retornássemos ao Evangelho, voltássemos a Jesus Cristo em arrependimento, sabe o que iria acontecer então? Eu digo para vocês o que iria acontecer: Uma nova geração de pregadores, cheia do Espírito Santo, não compromissada com o mundo e dinheiro, iria se tornar conhecida da igreja! Os rostos todos que você conhece hoje em dia por ai, a maioria deles, quase todos, não sobreviveriam a um pente fino do Espírito Santo na igreja! Se você tirasse hoje todos os pregadores incluídos neste comércio, comédia e entretenimento, na igreja atual iria tirar quase todos os mais ilustres entre nós e você iria começar a ver uns rostos bem estranhos pregando a Palavra nas igrejas por ai! Uns rostos bastante desconhecidos! O espaço para falar na congregação deve ser dado a quem de fato tem o que comunicar a igreja! Se alguém não tem a Palavra se cale, e fale a sós com Deus, mas se tem a Palavra, fale com fidelidade!

Pastores, prestem bem atenção nisso, o diabo quer uma oportunidade no púlpito da sua igreja!

Se cuidem irmãos, a eternidade está diante de nós, e Jesus o qual nos foi representado crucificado, o que escolheremos?

O tempo para o ministério profissional e comercial, que tem apelo comercial, é apenas um produto na prateleira do mercado da fé, este tempo acabou, é hora do ministério cheio do Espírito!

Pastores, vamos convidar o Espírito Santo para pregar em nossas igrejas! Irmãos, vamos convidar o Espírito Santo para ministrar em nossos corações! Não percam a eternidade de vista!

Shalom!

Arrepende-te Brasil.
Share on Google Plus

Sobre o site ArrependeteBrasil

Arrepende-te Brasil: Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, levar um povo a consciência e atitude de preparação individual para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.