O cristão pode ser militar?


Muitas pessoas se pergutam se o cristão pode ser militar, no caso exercer uma profissão como soldado ou policial, uma vez que a bíblia diz "não matarás", mas nestas profissões exige-se o porte de arma de fogo e eventualmente o seu uso letal no cumprimento do seu dever. Algumas pessoas por um sentimento cristão poderiam querer até mesmo mudar de profissão, por não sentirem-se a vontade com a possibilidade de que num confronto tenham que chegar a tirar a vida de outra pessoa. Mesmo assim devemos entender a diferença entre um assassinato banal, criminoso e sem motivo, de um policial que no legítimo cumprimento do seu dever acaba tendo que matar um criminoso por exemplo. Há uma grande diferença entre as duas coisas, e biblicamente falando policia, exército, são autoridades que tem o aval de Deus para manter a ordem na nossa sociedade. Você já viu recentemente os locais onde por exemplo os policiais entraram de greve, e como naqueles dias as pessoas começaram a saquear tudo, não podiam sair de casa de medo dos bandidos.

Já que os homens não rendem o seu coração a Deus completamente, e neste caso não precisaríamos mais de policiais pois não haveriam mais bandidos, mas já que isso não acontece, então polícia e exército são modos de refrear o mal do homem a força nos nossos dias. Não é que Deus tenha prazer na morte das pessoas que morrem, mas já que o homem não quer seguir os conselhos de Deus, autoridades foram constituídas na terra como forma de dar uma certa freada, um pequeno breque na maldade em nossos dias. Por isso um policial cristão, se no cumprimento do seu dever tiver que matar um bandido, ele deverá o fazer, e se não se sente mais confortável com isso ao se tornar cristão, então mude de profissão. É claro que a bíblia condena um espírito assassino, do tipo "vamos sair matando todos os bandidos", não é isso, mas se no evento e cumprimento do seu dever, num legítimo enfrentamento você tiver que atirar de modo letal, terá que o fazer. Eu conheço alguns irmãos que pensam contrário a mim neste ponto, eu os respeito mas não concordo e penso que as escrituras também não.

Se um bandido for assaltar uma casa de alguém e você ver, o que você fará? Vai fazer uma oração com certeza, mas será que você também não irá chamar a polícia? Claro que vai chamar a polícia, ou então não chame, pois o policial que virá pode ser que mate o bandido. Deste modo também, se você morasse num condomínio fechado com segurança particular armada também não poderia morar ali, pois caso algum bandido tente invadir e os seguranças o matem, terá sido em teu favor. Creio que fica bem claro então que não estou falando de uma matança indiscriminada, um espírito violento, mas sim de que é necessário muitas vezes o emprego de força para manter a ordem nesta terra, uma vez que os homens não querem voltar seus corações para o Senhor, e neste ponto polícia, exército, tem um grande papel. Nas escrituras vou ressaltar aqui dois pontos onde se fala a este respeito, mas um deles é quando João Batista fala dos soldados, que eles deveriam se contentar com o seu salário (significando que não deveriam ser corruptos mas justos no cumprimento do seu dever). João não condenou eles por serem soldados, apenas falou que deveria ser soldados justos. O mesmo ocorre com políciais, militares em geral, ou seja quem for, sejam apenas justos, não usem violência desnecessária, não tratem ninguém mal, mas um soldado não é uma bailarina, ele precisa as vezes usar o emprego da força quando necessário. Não tem jeito, faz parte da profissão.

Outro momento na bíblia que fala da questão é quando Paulo fala da autoridade, que traz consigo a espada, e não é a toa, mas sim para punir os malfeitores. Paulo apenas diz que se você não quer ter problema com ela então faça o bem, e também a escritura é muito clara de que Deus julgará os injustos juízes ou soldados. Se você é um cristão e militar você está carregando a espada, e deve saber usá-la de modo justo, sem se deixar levar pelo ódio vigente em nossos dias, sem ter prazer na morte das pessoas, mas também, você tem que entender a responsabilidade que você tem, se não quer tê-la, ore a Deus e procure outra ocupação, ou pela para trabalhar apenas em serviços burocráticos internos.

A orientação de João Batista aos soldados

E uns soldados o interrogaram também, dizendo: E nós que faremos? E ele lhes disse: A ninguém trateis mal nem defraudeis, e contentai-vos com o vosso soldo. Lucas 3:14

Paulo falando sobre a autoridade trazer consigo a espada

Porque os magistrados não são terror para as boas obras, mas para as más. Queres tu, pois, não temer a potestade? Faze o bem, e terás louvor dela. Porque ela é ministro de Deus para teu bem. Mas, se fizeres o mal, teme, pois não traz debalde a espada; porque é ministro de Deus, e vingador para castigar o que faz o mal. Romanos 13:3,4

Eu sei que alguns podem distorcer o que estou falando e dizer que estou fazendo apologia a violência e assassinato. Bom, tudo poderia ser resolvido se todos abraçassem as palavras de Jesus, mas como não é assim, então vezes ou outra é necessário parar o mal a força.

Deus abençoe todos, inclusive políciais e militares, inclusive os que são cristãos!

Que Deus seja com vocês!

Arrepende-te Brasil.
Share on Google Plus

Sobre o site ArrependeteBrasil

Arrepende-te Brasil: Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, levar um povo a consciência e atitude de preparação individual para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.