Perseguição: Um Cristianismo que Renasce em meio as cinzas


Nos dias em que houve perseguição na antiga URSS os comunistas começaram a prender os cristãos e não faziam distinção se uma pessoa era um padre ou um pastor. Eles não perguntavam se a sua igreja era católica, reformada, protestante, pentecostal, ou seja lá o que for. Basicamente nas prisões todos ficaram juntos, todos foram presos juntos, e ali naquele cenário de aflição e angústia por amor a Cristo muitas surpresas aconteceram. O que houve foi que um cristianismo muito mais intenso e verdadeiro nasceu no coração de alguns em meio as provas e dificuldades, e outros que pareciam "tão cristãos" acabaram não conseguindo suportar. Houveram católicos que se sairam melhores do que pentecostais, e luteranos que se sairam melhor do que católicos, houveram enfim, muitas surpresas e ali todos puderam entender que os seus anos de seminário e rotina de igreja não lhe valiam muita coisa em meio a toda aquela provação — ali alguns puderam aprender que na verdade eles dependiam somente de Deus. Não valeu nada a teologia, o conhecimento acadêmico, os títulos que possuiam ou o nome da sua denominação religiosa. Não valeu para nada qual era a sua corrente teológica e qual era a sua interpretação a respeito das profecias sobre o final dos tempos. Na prisão, em meio a aflição, não valia nada se você fosse contra ou a favor da pré-destinação ou livre arbítrio. Todas estas coisas se tornaram fúteis e loucura, a única coisa que você teria para se agarrar era o próprio Deus e isso causou estranheza no começo para muitos que haviam aprendido a vida toda a ter relação com um livro que fala sobre Deus mas não com o próprio Deus em pessoa.

As experiências são fascinantes quanto falamos de momentos de perseguição! Estamos falando de sua fé ser levada totalmente além dos seus limites!

Nos tempos de perseguição, muitas surpresas acontecem! Pentecostais que se gloriam de possuir o poder do Espírito Santo acabam perdendo enquanto aqueles que por eles são chamados de frios ou idólatras acabam as vezes vencendo as provações com o auxílio do Senhor. A situação contrária também acontece, muitas vezes aquele que é chamado de herege ou pertencente a uma seita, acaba vencendo a prisão enquanto aquele que melhor sabia discernir as heresias acaba não suportando a fornalha de aflição. Quando um cristão é jogado no fogo para ser provado (para que se conheça a verdade sobre o seu cristianismo) somente uma coisa irá importar, e é se, será que ele vai permitir ao ESPÍRITO SANTO o encher e fazer com que (em meio a muitas dificuldades) finalmente o fogo que arde dentro dele seja mais intenso do que o fogo que arde fora dele e ao seu redor!? O que vai te sustentar é a presença do próprio Deus, e se nascer em você naquele momento uma fé sobrenatural, um grande amor por Deus, que possa romper de uma vez por todas com tudo neste mundo. Um amor maior que o mundo e mais forte do que a morte, mais forte que o mundo todo, capaz de vencê-lo completamente! Isso aparece nos crentes, quando os cristãos enfrentam a proximidade da morte, como diz a palavra — somos como ovelhas entregues ao matadouro todo dia. 

A realidade da proximidade da morte nem sempre se faz presente quando vivemos em épocas de liberdade como aqui no Brasil, mas em meio a perseguição, o verdadeiro cristianismo nasce e se fortalecem os cristãos. Alguns hoje estão defendendo liberdade de culto, e eu acho bom a liberdade, mas algumas vezes chego a pensar que a única forma de mudar alguma coisa no cenário deste Brasil seja se romper por aqui uma grande perseguição, talvez seja assim o único modo de cairmos em si e as igrejas daqui perceberem o quão vazia e fútil, egoísta e mimada, tem sido a nossa adoração neste dias de liberdade — uma adoração que se preocupa com muitas coisas enquanto apenas UMA é necessária. Eu nos considero hoje, como está escrito, como homens que estão acomodados e assentados sobre as suas próprias fezes na igreja brasileira. É claro que coisas boas também estão acontecendo entre os cristãos no Brasil, mas ainda assim uma mudança completa no cenário todo creio que talvez só pode acontecer em meio a uma perseguição nacional — os cristãos vão ter que ser tirados da zona de conforto seja voluntariamente ou pela força das ciscunstâncias. Mensagens de arrependimento e expondo engano talvez não sejam o suficiente para nos levar a compreender que precisa haver uma mudança de foco na igreja do Senhor, boa parte dela está focada na terra e não no céu, quem sabe se assim como ao redor do mundo, em diferentes partes agora, o cristianismo daqui não possa renascer em meio a perseguições, crises, guerras, caos e calamidades?

O texto acima é apenas uma reflexão, não uma profecia, mas não é um cenário muito distante da nossa realidade. Você mesmo pode dizer para mim, se ao passar por aflições e angústias pessoais a sua fé não se tornou mais forte a cada dia a medida que aprendia a depender e confiar mais no Espírito do Senhor? Verdadeira é esta palavra, que com a tristeza do rosto se faz melhor o coração, e melhor é mais parecido com Cristo, e isso é muito bom! De uma coisa eu sei, passaremos o que tivermos que passar, e que Deus tenha misericórdia de nós e a sua presença nos guarde nos leve a salvo para o Seu Eterno Reino seja pela vida ou seja pela morte!

28 Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

29 Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.

30 Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

Mateus 11

Deus abençoe a todos.
Share on Google Plus

Sobre o site ArrependeteBrasil

Arrepende-te Brasil: Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, levar um povo a consciência e atitude de preparação individual para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.