Pequeno manual para se evitar ao máximo cair em mentiras de internet


Pequeno manual para se evitar ao máximo cair em mentiras de internet

Boatos de internet não são novidades, mas a cada dia se tornam mais comuns, causam mais confusões, e destroem a vida de pessoas. Abaixo algumas dicas para você tentar evitar ao máximo de cair nestas mentiras de internet 

1- Abra o link e LEIA a notícia antes de compartilhá-la (NA DÚVIDA CHEQUE ANTES, NÃO COMPARTILHE!): Isso é o básico mas muitas pessoas compartilham links e notícias sem ao menos terem lido de tão chocadas que ficam com o título. Não se pode compartilhar algo apenas pelo título sem ao menos verificar a veracidade da informação. Você pode ver uma notícia bombástica passando em sua timeline e, no calor da emoção, compartilhá-la sem ao menos abrir o link, que pode estar quebrado (ou seja, levar a uma página que não exista), que pode direcionar a outro link que aborde outro assunto, que pode passar vírus para o seu computador, que pode ser GIFs que dão susto (e para pessoas cardíacas, isso é um mal terrível), entre outras situações possíveis.

Dessa forma, você pode estar espalhando o ódio e pânico nas redes sociais gratuitamente, para depois descobrir que tudo se tratava de uma pegadinha de mau gosto. Por isso, abra o link e leia a notícia na íntegra para depois pensar em compartilhar. Se não tem certeza que o link é seguro, não abra. Cuidado, os títulos chocantes são cuidadosamente pensados para te causar impacto e te fazer agir por impulso emocional e não usar a tua razão (são criados para tentar bloquear o teu raciocínio). É a mesma técnica que os vendedores de lojas populares usam "venham logo, esta promoção é inédita, só enquanto durarem os estoques". Então você corre "ai meu Deus, se eu não comprar logo vai acabar", e então no dia seguinte está lá aquele produto da promoção, não só disponível como mais barato ainda! Eles te apressam "espalhe rápido, todos estão em risco" para te fazer comprar a notícia! Medo e alarmismo falso são armas poderosas para disseminar o engano!

Tenha consciência que espalhar um boato faz sim muito mal, alguns pensam na dúvida, vou compartilhar, mal não vai fazer! Faz sim, cuidado! Na dúvida, cheque, não compartilhe! Fica a dica!

2- Por favor, verifique a fonte da notícia ou fato: Essa é uma dica essencial. A fonte da notícia seria o veículo em que a mesma foi publicada, por um exemplo: O Globo, a Folha de São Paulo, o Estadão, SBT, etc. Existem veículos que foram criados exclusivamente para pregar pegadinhas, tais como o Sensacionalista, Diário Pernambucano, G17, e outras. Esses sites foram criados com objetivos humorísticos, e muita gente sabe disso, portanto, se vir alguma notícia com o título absurdo e cuja fonte seja o Sensacionalista, saiba que se trata apenas de uma brincadeira, não compartilhe o post como sendo algo sério, se não quiser pagar AQUELE mico. Se alguém diz "a Nasa informa", então verifique no site da Nasa, se for dito que o informante é Fundação Osvaldo Cruz, então cheque no próprio site da fundação ou pergunte por e-mail, mas sempre que possível, vá direto na fonte original da notícia para comprovar.

3- Verifique a data em que a notícia ou fato foram publicados: Pode parecer absurdo, mas tem muita gente à toa e desocupada que resolve pesquisar notícias antigas na internet e compartilha-las para que todos acreditem que seja algo recente. Os mais variados tipos de zombarias se fazem aqui e algumas até mesmo cruéis. Imagine o anúncio de que um protesto contra o aumento a taxação da rebimboca da parafuseta acontecerá amanhã, sendo que na verdade o tal protesto ocorreu ano passado, pede-se que os participantes compareçam usando nariz de palhaço para o protesto, e então naquele dia juntam-se ali umas meia dúzia de pessoas com nariz de palhaço, com suas faixas, empolgadas para o protesto, apenas para descobrirem depois que o protesto já havia ocorrido, porém no ano anterior. Não somente notícias verdadeiras são "requentadas" para se tornaram boatos, mas também os próprios boatos de internet de tempos em tempos ganham novas versões ou voltam a circular com força total. Por isso, confira as datas das postagens certinho, ok?

Um caso muito emblemático a respeito disso é um boato que de tempos em tempos reaparece, de que o Hospital de Sorocaba estava jogando córneas fora por não tem pacientes para transplante e pedindo para todas as pessoas correrem para lá. Uma notícia chocante, com título sensacionalista, outra coisa que os boatos gostam muito de fazer é ABUSAR DE LETRAS MAIÚSCULAS para chamar atenção, e além de tudo, exigem uma atitude rápida (e inpensada) do leitor: Venha rápido pois estão jogando fora as córneas. Agora, imagina se você é uma pessoa necessitando de um transplante destes, ou alguém da sua família, e você recebe uma mensagem destas por whatsapp? A sua emoção vai falar muito alto na hora, e você vai querer se deslocar o mais rápido possível para o Hospital de Sorocaba para chegando lá descobrir que era apenas um boato de algum desococupado na internet. Por isso, cheque as datas, cheque as fontes oficiais, não apenas outros sites que replicaram o boato, vá no site do próprio hospital. O hospital de Sorocaba no exemplo que dei chegou até mesmo a postar uma nota de esclarecimento em seu site oficial por conta deste boato:


4- Verifique a mesma notícia em diferentes fontes: Não é porque a notícia foi publicada em um site ou jornal de credibilidade que o mesmo está isento de equívocos, tanto que em várias edições de um jornal, existem notas de esclarecimentos e pedidos de desculpas sobre equívocos nas edições anteriores. O erro do jornalista tem pouco a ver contigo (a menos que você seja jornalista), mas, se a notícia realmente for relevante, pesquise no Google, Yahoo ou outra ferramenta de busca, a abordagem da mesma notícia em outros meios de comunicação. Cada meio tem o seu ponto de vista, não existe jornalismo imparcial, lembre-se disso, portanto, mesmo quando se trata de uma notícia dada por uma agência oficial de notícias e reconhecida, tome cuidado ao formar a tua opinião. Um princípio de justiça é o direito ao contraditório, sempre é bom ouvir os dois lados, e não apenas interpretar os fatos com a lente do jornalista que o escreveu. Ele está dando a sua versão e visão, nem sempre isso pode ser o mais próximo da realidade.

5- Veja QUEM está compartilhando a notícia antes de você: Quando se está numa rede social, todos podem ter acesso a um site ou página jornalística. Você pode ter visto a notícia pela primeira vez através de uma página curtida ou seguida por você, ou mesmo através de um amigo ou conhecido seu. Se for o segundo caso, relembre o perfil da pessoa. É uma pessoa séria? Brincalhona? Pois tudo na personalidade e opinião da pessoa afetará nas publicações da mesma. Você se identifica com essa pessoa? Crê que a mesma é uma pessoa honesta, confiável? Pense nisso um pouquinho, pensar não dói. Há infelizmente muitas pessoas, que insistem tanto em postar boatos, por mais avisos que recebam, que basicamente se você ver uma postagem daquela pessoa já terá maiores motivos ainda para desconfiar se não é boato. O alerta aqui na verdade vale para geral, desconfie sempre num primeiro momento, e analise racionalmente, não apenas emocionalmente a informação que você está recebendo.

6- NÃO COMPARTILHE um vídeo polêmico que esteja em uma língua desconhecida por você (a menos que seja flagrante).
Repito, NÃO FAÇA ISSO! Muita gente adora usar essa pegadinha para manipular as outras pessoas. Um exemplo claro disso é um vídeo muito usado por diversas pessoas com finalidade humorística, um discurso de Hitler num filme, as pessoas divulgam o vídeo e como nenhum de nós entende alemão, elas colocam a legenda que querem. Neste caso estou falando de uma brincadeira que muitos fazem, porém isso pode ser usado com a finalidade de criar um boato. Você coloca um vídeo de uma reportagem em Japonês, e legenda como quiser em português, coloca aquele título sensacionalista, e as pessoas compartilham a mentira. Você poderia dizer "olha o que os japoneses falam do Brasil",  ali você legenda o que quiser, bom, se você não fala japonês, como vai saber se a informação da legenda é correta ou não? Em dias em que a informação em ambiente virtual cada dia mais é contaminada com boatos, desconfiar de tudo e mais um pouco é ser prudente. Por isso, NÃO caia nesse tipo de roubada, não compartilhe vídeos polêmicos de língua desconhecida.

7- Cuidado com edições e manipulações de imagens: A medida que a tecnologia avança se torna cada vez mais acessível a qualquer pessoa ferramentas muito potentes de edição de imagens e infelizmente há muitas fotos e vídeos adulterados na internet ou criados já na intenção de enganar a maior quantidade de pessoas possível. E alguns fazem isso apenas pelo riso e sabem muito bem usar aquilo que mais preocupa, causa medo, irrita as pessoas ou aquilo que elas creem como arma para fazê-las disseminar engano. Pesquisas mostram que ao passo que a maioria das pessoas não é capaz de identificar fotos com montagens, também demonstram que as notícias falsas se espalham pelo menos 70% mais rápido que as verdadeiras, pois as verdadeiras não tem o "atrativo", a "apelação" e o "sensacionalismo fantástico e impressionante" que tem as falsas. Se por exemplo você divulgar um vídeo falso em sua rede social, digamos assim, terá mil compartilhamentos e cem comentários. Se após isso você perceber se tratar de vídeo falso e então quiser publicar uma retratação com a verdade sobre o assunto, teu vídeo de esclarecimento vai circular, ser curtido e compartilhado, e visto, por muito, mas muito menos pessoas que o vídeo com o boato. Então muito cuidado, na dúvida, pergunte a alguém que entende melhor de montagens, computadores, internet do que você, pergunte a mais de uma pessoa de confiança, procure sites especializados em desmascarar e desmistificar boatos.

8- Cuidado com os "sinais da volta de Jesus": Há cristãos que por serem simples e não entenderem bem como funcionam as coisas no ambiente virtual se tornaram propagadores dos mais diversos tipos de absurdos boatos que tem sido divulgados em redes sociais como se fossem sinais da volta de Jesus. Coisas como um bebê que teria nascido com "Jesus está voltando" escrito em suas mãos, a nova Jerusalém fotografada pelo telescópio da NASA, supostos animais deformados (que na verdade são apenas esculturas de artistas ou bonecos de silicone), nuvem com o rosto de Jesus anuncia a sua vinda, som de trombetas no céu de Jerusalém, enfim, a lista aqui seria grande, com muitas fotos manipuladas, distorcidas, fora de contexto, causando uma enorme confusão entre os irmãos.

Vejam este vídeo:

SINAL NO CÉU DE RECIFE MOSTRA COMO SERÁ A VOLTA DE JESUS

Muitas pessoas empolgadas comentam "Maranata, vem Jesus", e criticam "este povo incrédulo não entende os sinais, Jesus está voltando e vocês vão ficar", outros dizem apenas "não temos tempo para discutir sobre isso, só podemos nos preparar", outras pessoas dizem "é mistério, vou orar para Deus me revelar", e já outras pessoas, apenas usam um pouco do entendimento que Deus já nos deu e fazem uma pesquisa e constatam que aqueles clarões se tratam apenas de um transformador elétrico em curto-circuito, nada a ver com sinal da volta de Cristo. O mesmo com aquele vídeo dum CAVALO PRETO no céu, voando, onde se dizia "foi avistado o cavalo preto de apocalipse", bom, na verdade se tratava apenas de um balão, um brinquedo de criança em forma de cavalo, se você pesquisar na internet pode achar até mesmo alguma loja para comprar um dele.

Enfim, esses e outros cuidados são essenciais para que qualquer bom internauta mantenha a paz nas redes sociais e não divulgue mentiras, o pai de todas as mentiras já sabemos quem é.

E lembre-se, errar é humano, mas insistir no erro é tolice.
Share on Google Plus

Sobre o site ArrependeteBrasil

Arrepende-te Brasil: Nosso intuito é pregar o Evangelho de Jesus Cristo gratuitamente, sem pedir ofertas, sem falar em dinheiro, levando o conhecimento de Cristo a todos de graça e pela graça que nos foi dada pela Cruz e pelo Sangue do Nosso Senhor Jesus. Nosso foco é preparar o caminho, levar um povo a consciência e atitude de preparação individual para a volta do Senhor Jesus em Arrependimento e Santidade pelo Poder do Espírito Santo de Deus, para a Glória de Jesus e do Pai em Seu Filho Amado a quem nós também amamos, recebemos e ouvimos como Único Deus Senhor e Salvador.